Scroll Top

Cabo Verde - Ilha do Sal

Cabo Verde é hoje um destino de férias privilegiado, cobiçado por cidadãos de Portugal, Espanha, Itália, França, Reino Unido, Países Baixos, Alemanha, Dinamarca, Finlândia, entre outros. Encontra-se a 4-5 horas de voo da Europa e com uma pequena diferença no fuso horário, este arquipélago composto por dez ilhas (nove habitadas) torna-se particularmente interessante para quem procura atividades ao ar livre e de natureza, momentos de diversão em família ou simplesmente o sabor do dolce farniente.

O clima ameno o ano todo, as praias paradisíacas, a observação da Natureza, aves e animais marinhos, a cultura fascinante, uma gastronomia rica, aliadas à morabeza e simpatia das suas gentes, faz de Cabo Verde um destino turístico único.

A Ilha do Sal surge timidamente do Atlântico e é a ilha mais árida de todo o arquipélago cabo-verdiano. A paisagem incita a olhar para o mar: as paradisíacas praias que rodeiam a ilha, os inúmeros desportos aquáticos que disponibiliza e o excelente peixe que os pescadores locais capturam diariamente manifestam a íntima relação que a ilha mantém com o oceano, fazendo da Ilha do Sal o lugar ideal para quem busca paz e tranquilidade.

Com belas praias de areia branca, a Ilha do Sal oferece condições ímpares para a prática de actividades relacionadas com o surf, windsurf, mergulho, pesca e passeios de barco.

Se é fã do mergulho, saiba que na fauna subaquática de Cabo Verde predominam os tunídeos, os espadartes e os serranídeos. Também é possível encontrar lagostas, várias espécies de moreias e congros, tartarugas e até tubarões. Há ainda destroços de navios afundados, como o Santo Antão, que se encontra a 6-10 metros de profundidade e a apenas cinco minutos de barco do centro de mergulho.

 

Gastronomia

A lagosta na brasa, a cachupa (feijão, carne de porco, milho e legumes), a cachupinha, o pastel com diabo (uma mistura de atum fresco, cebola, tomate enrolados numa massa feita à base de batatas cozidas e farinha de milho), o caldo de peixe, as bananas enroladas e as deliciosas caipirinhas fazem parte das principais iguarias. De destacar também a bebida típica deste país, o grogue, uma aguardente de cana.

Onde ir

Salinas de Pedra Lume: Situadas na cratera de um antigo vulcão, onde é possível tomar um banho relaxante (e considerado rejuvenescedor pelos nativos) sendo possível flutuar numa água 26 vezes mais salgada que a do mar. Deste local pode fazer uma visita a Espargos, localidade principal do Sal, terminando em Terra Boa, onde se vislumbram as famosas miragens.

Olho Azul: É a zona das piscinas naturais de águas transparentes. Quando a luz do sol reflecte na água, o azul é de uma beleza extrema e daí o seu nome.

Vila de Santa Maria: Na vila destacam-se o centro cultural e o mercado municipal. No entanto, a sua praia é a mais conhecida de todo o arquipélago e tem excelentes condições para a prática de windsurf, kitesurf, mergulho e pesca desportiva.

Buracona: É uma fantástica piscina natural encrostada na lava negra das rochas sobranceiras ao mar. Bem perto, situa-se outra piscina, mas subterrânea, que se alcança mergulhando através de um buraco no chão.



                         

GuestCentric - Hotel website & booking technology
VeriSign Secured, McAfee Secure, W3C CSS compliant